Redes Sociais

Home » Notícias


Crise Política no País Abre Espaço para Siglas Partidárias Pequenas

  • Texto:
  • Diminuir fonte
  • Tamanho normal da fonte
  • Aumentar fonte
  • Aumentar fonte

Crise Política no País Abre Espaço para Siglas Partidárias Pequenas

A “crise política” instalada no país pelas siglas partidárias tradicionais, tem na realidade, aberto espaço para as siglas partidárias menores e para “novas pessoas” poderem despontar e serem alternativas diferentes para os municípios, estados e país.

Portanto, diante novo cenário político no Brasil, diversas siglas partidárias estão se mobilizando e se preparando para o próximo pleito eleitoral, quanto será o momento de “tirar a prova dos noves”, ou seja, ou a população procura dar o resultado nas urnas, para siglas partidárias menores e ate “novas pessoas”, ou de fato estão “apenas apanhando”, mas continuam elegendo os mesmos “algozes”, tipo: “masoquistas”.

 

Todavia, muitos acreditam realmente que a população dará seu “grito de revolta” nas urnas, procurando eleger “novos” deputados estaduais e federais, novos senadores, governadores e quem sabe ate presidente, em siglas partidárias que nem estejam mergulhado na corrupção, que sempre teve neste país.

 

Claro que se os eleitores continuarem fazendo de tudo para tirarem proveitos dos candidatos, então nada vai mudar, pois a corrupção começa praticamente em todos os candidatos que procuram fazer doações visando agradarem aos eleitores, em vez de fazerem de coração as suas doações, situação diferente em pagar serviço e valorizar os trabalhos das pessoas.

 

Por outro lado, os eleitores devem entender que se ficarem pedindo tantas doações e o político ou pessoa ficarem atendendo, de algum lugar sairá, pois neste modelo social vigente, praticamente ninguém descapitaliza prol aos seus semelhantes, que são muitas vezes oportunistas para tirarem proveitos de todos, e assim é a escada social, uns procurando tirarem proveito dos outros, e depois querem um mundo melhor, “ledo engano”.

 

Diante deste cenário, pouco importa “novas siglas partidárias e novos políticos”, se o “modi operanti” continuar os mesmos, mas devemos acreditar em mudanças e dar oportunidade as pessoas em mostrarem parte de suas verdadeiras “índoles”.

 

Por isso, vamos aqui destacar a organização do Partido Ecológico Nacional (PEN) que vem se organizando no estado e se propondo a novas maneiras de fazer política.

 

Recentemente a executiva estadual do PEN se reuniram para debater a organização de novos diretórios municipais, sendo que atualmente já se encontram regulamentados em 25 municípios no estado, e entres esses municípios, se encontra Sorriso.

 

Cleverson Machado, atual presidente da Comissão Provisória em Sorriso e secretário da executiva estadual, contatou a redação do Jornal Folha do Vale, e destacou que juntamente com outros moradores de Sorriso estão agregando seus nomes e apoio ao PEN 51 em Sorriso e no estado, destacando que com a presença de membros do PEN estadual, tiveram uma reunião em Cuiabá, aonde estiveram presentes lideranças de Chapada dos Guimarães e de Várzea Grande, contando com o presidente da executiva estadual, Milton Rodrigues traçando novas frentes de agremiação partidárias em municípios no estado.

 

 

Na oportunidade, Cleverson enfatizou que em Sorriso está tendo boa aceitação, lembrando de filiações realizadas nesta semana, citando Edivaldo de Freitas, engenheiro florestal, bem como, Edson Medes de Freitas Neto e Rafael Klaus, portanto, se sua pessoa pretende participar da política e esta descontente com as siglas partidárias atuais que estão “dando as cartas”, podem procurar o pessoal do PEN 51 ou ate outra sigla partidária de menor projeção nacional e colaborar, pois nada adianta reclamar e nem fazer nada e esperar que tudo se organize por “osmose”.

 

Por: Maurilio Trindade Aun


Fonte: https://www.a-folhadovale.com/single-post/2017/03/30/Crise-Pol%C3%ADtica-no-Pa%C3%ADs-Abre-Espa%C3%A7o-para-Siglas-Partid%C3%A1rias-Pequenas

Dan Comunicações.




Telefones do Diretórios Estaduais
Acre - (68) 9971-7110 Espírito Santo - (27) 9969-0548 Pará - (91) 3033-9060 (91) 8112-8311 Rondônia - (69) 8111-0222 / (69) 8441-7809
Alagoas - (82) 8870-2922 Goiás - (62) 9855-1000 Pernambuco - (81) 3037-0795 Rorâima- (95) 8115-7200 - (95) 8124-6893
Amapá - (96) 98404-0061/ (96) 99971-1199 Maranhão - (98) 9204-7202 - (98) 8235-5198 Piauí - (86) 9983-9713 Santa Catarina - (48) 9601-4743
Amazonas - (92) 9150-5272 Mato Grosso - (65) 9976-9696 Rio de Janeiro - (21) 9835-0790 São Paulo - (61) 8126-5151
Bahia - (71) 9187-1214 / (71) 9943-5300 Mato Grosso do Sul - (67) 3362-6308 Paraná - (41) 2105-2700 Sergipe - (79) 9192-8000
Ceará - (85) 9943-3073 Minas Gerais - (31) 3324-4772 / (31) 9628-1442 Rio Grande do Norte - (84) 9609-9275 / (84) 3025-5151 Tocantins - (63) 8467-0406 / (63) 9951-2228
Distr. Fed. - (61) 9 8217-9113 Paraíba - (83) 8829-0164 / (83) 8832-6037 Rio Grande do Sul - (51) 81695437    
SHN, Quadra 2, Bloco F, Conj. 1510, sala "B", Ed. Executive Office Tower – Asa Norte
Brasília-DF - CEP 70702-000
Presidente Nacional Adilson Barroso. Cel.: (61) 8126-5151 - Tim (horário comercial). 

© Copyright 2017 — PEN 51 - Partido Ecológico Nacional. Todos os direitos reservados.